sábado, 9 de junho de 2012

Dias Atuais


Desde os tempos primordio a palavra de Deus vem sendo divulgada atravéz de varios meios de informações exístente na face de terra, muitos que tem esse privilégio os vem usando de uma maneira tanto que a normal, e na desconformidade dos ensinamentos bíblicos, que requerem uma auto avaliação em primeiro passo. Para depois se dizer comunicador, quero dizer aqui de que uma fonte não pode jorrar dois tipos de aguas,  Tiago - 3:12 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.
Há somente um tipo a realidade dos fatos é que certas pessoas usam de argumentos infundados para priorizarem seus interesses particulares  segundo o que esta escrito em 
I Timóteo - 6:5 os vãos conflitos entre homens de coração corrompido e privados da verdade, que só vêem na piedade uma fonte de lucro.
 E deixam de lado o verdadeiro sentido de que foi convocado para transmitir a palavra pura como ela é   e  diz em:  
João - 4:14
Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna, é e não com desvairios fabricados em suas mentes pertubadas pelo exesso de desejo descontrolado de querer a qualquer custo alcançar uma possição,  
Jeremias - 2:13 Porque meu povo cometeu uma dupla perversidade: abandonou-me, a mim, fonte de água viva, para cavar cisternas, cisternas fendidas que não retêm a água
Sem o minimo de conceito basico para uma vida regimentada na ação gloriosa do Espirito Santo, que é nosso Consolador amado e que nos auxilia sempre que o deixamos agir em nós e atravéz de nós. 
Romanos - 12:2 Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.  
Isaías - 61:1
O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos preso, o Apostolo Paulo disse a igreja em Coriinto  II Corintios - 1:21 Ora, é Deus que faz que nós e vocês permaneçamos firmes em Cristo. Ele nos ungiu, por isso somos capacitados por um agente conciliador e não intrigador vamos neste obejetivo concretizar o projeto divino em nossas vida como verdadeiros apregadores do Evangelho de Cristo. Em II Timóteo - 2:15 Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.


SEM LENHA O FOGO SE APAGA



"Sem lenha o fogo se apaga;
e não havendo difamador, cessa a contenda".
Provérbios 26.20.
Este verso bíblico descreve uma grande verdade: se as pessoas pararem de "por lenha na fogueira", a contenda acaba.
Este princípio, o "Princípio da Fogueira", aplica-se também à vida espiritual.

Quando uma pessoa tem uma experiência real com Jesus Cristo, algo como que um fogo de Deus invade o seu coração. Ela se sente revivida, renovada, animada, inspirada, pronta para qualquer desafio. É capaz de vencer antigas barreiras, vícios, problemas.
No entanto, depois de algum tempo, podemos perceber que este fogo se apaga em alguns crentes. O quê houve? Faltou alimentar o fogo de Deus.
O cristão, então, torna-se morno, indiferente, infeliz.
Qual seria o combustível da vida cristã, capaz de manter a chama acesa? O que mantém o fogo de Deus no coração do cristão são certas práticas diárias. Simples, porém, poderosas. Vamos chamá-las de GRAVETOS.
1. O Graveto da Oração
    Orai sem cessar, dizem as Escrituras.
    Mateus 26.41; I Tessalonicenses 5.17; Tiago 5.16.
2. O Graveto da Leitura Bíblica    Examinai as Escrituras, disse Jesus.
    João 5.39; Mateus 22.29; Efésios 6.17.
3. O Graveto da Convivência Cristã
    Não abandonei a vossa congregação, disse o apóstolo.
    Hebreus 10.25; João 13.34-35; Romanos 12.9-17.
4. O Graveto do Testemunho Pessoal
    E sereis minhas testemunhas, disse Jesus.
    Atos 1.8; Mateus 28.19-20; Marcos 16.15-16.    
O cristão bem informado vê a Oração, a Leitura Bíblica, a Convivência Cristã e o Testemunho Pessoal como privilégios, e não como deveres de casa.
Ele sabe que sua oração é ouvida por Deus porque Jesus Cristo morreu numa cruz em seu lugar; que muitos dedicaram suas vidas para que as Escrituras chegassem às suas mãos; que a Convivência Cristã permite-lhe realizar para Deus obras que jamais conseguiria sozinho e que o seu Testemunho Pessoal, além de salvar vidas, contribui para a sua própria edificação e fortalecimento da Igreja.
Irmão, mantenha a chama acesa.
Lembre-se: Sem lenha, o fogo se apaga.

Autor: Pr Franco

Campanha de oração 4 dia